2 Rodas

/ Curiosidades / Alto da Glória

Alto da Glória

O Alto da Glória é o menor bairro de Curitiba com área de 0,88 Km2, mas grande em termos de comércio e lazer. De origem alemã, a ocupação se deu em meados do século 19. O nome do bairro tem origem na Capela Nossa Senhora da Glória (inaugurada em 1896).

Dois pontos de destaque do bairro: a Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (1969) famosa em todo o Estado do Paraná pelas suas novenas e o Estádio Couto Pereira (1932) do Coritiba, com capacidade para 40.300 espectadores.

Muita gente (que não é daqui) não entende porque o clube chama-se Coritiba e a cidade Curitiba. Em 1909, quando o clube foi fundado, se escrevia Coritiba, que em tupi-guarani significa “muito pinhão”. Optou-se por manter a grafia original.

 

A influência alemã fica evidente na arquitetura.

 

O Coritiba Foot Ball Club foi fundado em 1909. Para quem quiser saber a origem o termo “Coxa Branca” que surgiu em 1941: clique aqui.

 

Imagens do Alto da Glória…

 

Shopping, a feira de sábado (com direito a pastel e bolinho de bacalhau) e a incrível altura das arvores… atingindo o 5o. andar do prédio.

 

Interior da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (formato circular) e uma homenagem a Zamenhof, que criou o Esperanto. Ele era um médico polonês que também era estudioso de línguas. O esperanto foi criado em 1887. Esperanto em esperanto significa “esperança”. O monumento fica próximo ao Cemitério Luterano, ao lado da igreja.

 

Fui avisado que a Praça do Expedicionário não fica no Alto da Glória, mas confesso, é bem pertinho… ou seja, Alto da Glória expandido! Atrás do tanque, o Museu do Expedicionário (prédio amarelo).

 

 

Água Verde   –   Ahú   –   Alto da Glória   –   Batel   –   Bigorrilho   –   Centro   –   Centro Cívico   –   Cristo Rei   –   Hauer   –   Matinhos (quase Curitiba…)   –   Portão   –   Santa Felicidade   –   Santa Quitéria   –   Seminário   – Vila Izabel

 

21/01/2017.

Voltar

Compartilhe no WhatsApp