CWB em 2 Rodas

/ CWB em 2 Rodas

CWB em 2 RODAS

CWB é o código aeroportuário de Curitiba.  Clique em um dos bairros que deseja visitar:

Abranches  –   Água Verde   –   Ahú   –   Alto da Glória   –   Alto da XV   –  Bacacheri   –   Bairro Alto   –   Batel   –   Bigorrilho   –   Boa Vista   –   Bom Retiro  –   Boqueirão   –   Cabral   –   Cajuru   –   Campina do Siqueira   –   Campo Comprido   –   Capão da Imbuia   –   Capão Raso   –   Cascatinha   –   Centro   –   Centro Cívico   –   Cidade Industrial   –   Cristo Rei   –   Fanny   –   Fazendinha   –   Guabirotuba   –   Guaíra   –   Hauer   –   Hugo Lange   –   Jardim Botânico   –   Jardim das Américas   –   Jardim Social   –   Juvevê   –   Lindóia   –   Matinhos   –   Mercês   –   Mossunguê   –   Novo Mundo   –   Orleans   –   Parolin   –      Pilarzinho  –   Portão   –   Prado Velho   –   Rebouças   –   Santa Felicidade   –   Santa Quitéria   –   Santo Inácio   –    São Braz   –   São Francisco   –   São João   –   São Lourenço   –   Seminário   –   Tarumã   –   Uberaba   –   Vila Izabel   –   Vista Alegre   –   Xaxim

Curitiba em duas rodas: Av. Padre Anchieta no Bigorrilho (Curitiba/PR).

O fundador da Impariamo tem como hobby pedalar pelos 75 bairros de Curitiba (são 9 regionais), uma cidade moderna e com tanta história nos seus 432 Km2.

Pedalando pelos bairros com sua bike “Celeste”, pode-se apresentar detalhes urbanísticos que no dia a dia passam desapercebidos por aqueles que utilizam carros, motos e ônibus.  Ademais, conhecer a história de cada um dos bairros é muito gratificante, pois permite que viajemos com “2 rodas” pelo tempo e pelo espaço.

Curitiba em duas rodas: Rua Saldanha Marinho próximo à Praça de Espanha no Bigorrilho (Curitiba/PR).Frases:

“Nada se compara ao simples prazer de pedalar”.

(John F. Kennedy, presidente norte-americano: 1917-1963)

 

“Viver é como andar de bicicleta. É preciso estar em constante movimento para manter o equilíbrio”.

(Albert Einstein, físico e matemático alemão: 1879-1955)

 

“Pedalar é desfrutar de quatro sentidos simultaneamente: visão, audição, olfato e tato. Para completar os cinco (incluindo o paladar), sempre degusto algo no trajeto…”

(Armando Terribili Filho)

 

Nota:

Compartilhe no WhatsApp