Menu

Qual dos cinco indicadores mede efetivamente o bem-estar social?

Impariamo Curitiba Brasil indicadores bem-estar

PIB per capita, Felicidade Interna Bruta (FIB), Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), Índice de Progresso Social  (IPS) ou Índice de Vida Melhor (IVM) ? Conheça um pouco mais sobre cada um desses indicadores. 

A Revista Época de 25 de agosto de 2014 traz uma matéria escrita por Bruno Calixto, por meio da qual apresenta os cinco índices para se medir a satisfação de uma população.O indicador mais antigo é o PIB per capita, que foi criado em 1934 pelo economista Simon Kuznets. Embora de importância para se medir o crescimento econômico em relação à população, o Produto Interno Bruto per capita mascara as desigualdades de distribuição de renda. Um pouco mais sobre os outros quatro indicadores: 

  • Em 1972, surgiu o FIB – Felicidade Interna Bruta, quando o Butão começou a realizar medições para apurar este indicador. Jeffrey Sachs produziu o Relatório de Felicidade Global para a ONU. Com foco na promoção de “valores culturais” (270 perguntas), é considerado subjetivo para orientar a criação de políticas públicas, porém, abandonava o viés econômico do PIB per capita.
  • Em 1990, surge o IDH – Índice de Desenvolvimento Humano, que foi criado por Mahbub ul Haq e Amartya Sem com base em encomenda da ONU. Tem por base os parâmetros: expectativa de vida, escolaridade média, índice de alfabetização de adultos e PIB per capita. É considerado um índice positivo para avaliação de uma boa qualidade de vida, mas criticado por não contemplar medidas de conservação ambiental.
  • Em 2013, o consultor de administração Michael Porter cria o IPS – Índice de Progresso Social, com o objetivo de se medir o índice de qualidade de vida de um local. Avalia 43 aspectos, considerando: necessidades básicas, bem-estar e oportunidades. Seu ponto forte é medir a qualidade de vida, porém, sua maior lacuna é que não contempla nenhum indicador econômico.
  • Ainda em construção, o IVM – Índice de Vida Melhor, considera 11 aspectos quanto à educação, empregos, meio ambiente e satisfação pessoal. O fator é ajustado pela opinião pública de cada país por meio da Internet, o que pode causar uma distorção no índice, considerando que o acesso à rede é ainda parcial. Criado pela OECD (Organisation for Economic Co-operation and Development), a organização dos 34 países com maiores PIB per capita e IDH. Da América Latina, somente México e Chile fazem parte desta organização.

Qual sua opinião sobre esses cinco índices? Em qual acredita mais?

 

 

Fontes:

(a) CALIXTO, Bruno. Dinheiro não compra felicidade. Revista Época – Seção “Ideias: paradoxos e contradições” 25 ago. 2014. p. 56-61.

(b) Site da OECD. Disponível em: http://www.oecd.org/about/membersandpartners/. Acesso em: 25 ago. 2014.

voltar ao topo

Cursos e Workshops

Consultoria

Impariamo...

Livros

Gerenciamento Projetos

Artigos