Menu

Gerenciar ou liderar projetos?

Gerenciar ou liderar projetos?

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

São termos usuais no dia a dia das organizações: “gerenciar um projeto” e “liderar um projeto”. Passando ao largo da intenção de se discutir semântica, pode-se debater uma real carência nas empresas nos dias de hoje: liderança! É evidente que se “gerencia um projeto” por meio de técnicas e ferramentas específicas para este fim. Os cursos desta área de conhecimento (Gerenciamento de Projetos), incluindo os de nível de pós-graduação, evidenciam a importância de uma efetiva gestão de escopo de um projeto, da qualidade, dos custos, prazos, das partes interessadas e de outras importantes dimensões relacionadas a um projeto. 

Os cursos abordam técnicas, como a da decomposição dos entregáveis de um projeto por meio da EAP (Estrutura Analítica de Projeto), que também é conhecida por WBS (Work Breakdown Structure); esses cursos enfatizam que um cronograma deve ter sua origem na EAP, destacam a importância em se conhecer e gerenciar o caminho crítico do projeto, explicam as técnicas de compressão (redução) desse caminho, debatem e mostram como aplicar os buffers da Corrente Crítica, destacam que os indicadores de monitoração são extremamente úteis na gestão do projeto, visando acompanhar os custos, prazos, comunicação, etc. Os cursos abordam também métodos para ser identificar e tratar os riscos, debatem os aspectos contratuais relacionados às aquisições. Todos estes instrumentos compõem o valioso arsenal de um gerente de projetos. 

Muitos gerentes, além de aplicar as técnicas e ferramentas se deparam com outros desafios adicionais, como: projetos com equipes remotas (por vezes, com a participação de diversos países com características culturais distintas), gerenciar muitos fornecedores em projetos de integração de soluções, utilizar softwares específicos para a gestão de projetos que nem sempre são facilitadores no dia a dia do gerente, obter e manter certificações profissionais (pessoais), dentre outros. 

Se é consenso que o termo correto é “gerenciar projeto”, por que se utiliza também “liderar projetos”? Evidentemente, este termo pode ser usado na condição de patrocinador, aquele que “lidera um projeto”, que financia o projeto em termos financeiros e de autoridade: o líder de um projeto. 

Todavia, neste debate, o termo “liderar projeto” é relativo ao profissional que “toca o projeto”, vindo ao encontro de uma notória lacuna nas organizações: líderes! Há muitos gerentes disponíveis, porém, infelizmente, nem todos são líderes. 

Líder de um projeto é aquele que incentiva sua equipe, mantendo-a motivada, e consequentemente, produtiva. Líder é aquele que sabe delegar, que sabe promover a integração dos profissionais de sua equipe, que valoriza a troca de informações, que identifica o valor que outros profissionais têm, e que sabe “pôr a mão na massa”, quando necessário. 

Líder é aquele que dá a direção, que sabe ouvir e que decide. Líder é aquele que assume responsabilidades, que auxilia os profissionais de sua equipe a superar os obstáculos, que premia os profissionais merecedores de reconhecimento (e só esses!), que sabe comemorar com a equipe, com humildade reconhece seus erros; porém, nunca deixa de exigir qualidade e compromisso de todos. 

Líder é aquele que enfrenta os superiores e os mais poderosos com argumentos convincentes; líder é aquele que propicia o desenvolvimento dos profissionais de sua equipe, encorajando-os; que promove os profissionais, única e exclusivamente, pelo seu desempenho. 

É por todos estes requisitos, que há tantos experientes gerentes de projetos e tão poucos líderes de projetos. Voltando à questão semântica que desencadeou este artigo, pode-se afirmar que os conceitos corretos são “gerenciar um projeto” e “liderar a equipe do projeto”, porém, aquele profissional que consegue reunir estas duas habilidades merece ser chamado de “líder de projeto”. 

E você? Lidera os projetos?

 

 

Artigo originalmente publicado no site da IMPARIAMO em 23/nov/2014 e republicado no site Meta Analise em 03/dez/2014.

É permitida a republicação/divulgação deste artigo, desde que citado o autor, apresentado o link da Impariamo (www.impariamo.com.br) e o link completo do artigo. 

 

voltar ao topo

Cursos e Workshops

Consultoria

Impariamo...

Artigos

Artigos Gerenciamento de Projetos