Menu

O desafio do gerente na gestão de mudanças

Por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

As mudanças são inerentes aos projetos e podem ter várias origens, como: novas demandas que em geral são solicitadas durante a execução do projeto, novas expectativas de usuários, falhas de planejamento do projeto, medidas corretivas ou preventivas identificadas nos processos sobretudo de validação do produto/serviço que está sendo gerado, dentre outras.

Para que se tenha a dimensão exata da necessidade de se tratar criteriosamente as mudanças em projetos, todos os onze processos do grupo “Monitoramento e Controle” contidos na 5ª edição do Guia PMBOK® têm como uma das saídas “Solicitações de Mudança”, e também, em cinco processos dos sete de “Execução”.

Leia mais ...

A fundamental independência nas Revisões de Qualidade em Projetos

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO 

Todo projeto, por mais simples que seja, exige um bom planejamento que engloba uma clara definição dos objetivos do projeto, das entregas, da qualidade esperada, dos recursos necessários e de um plano de gestão. Neste plano, torna-se necessária a existência de uma documentação mínima, contemplando: cronograma, fluxo de caixa, matriz de responsabilidades, organograma do projeto (estrutura de autoridade), plano de comunicação, avaliação dos riscos e estratégia para abordá-los. 

Leia mais ...

Projetos: o conflito entre a venda e a entrega

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

Em algumas organizações há uma cisão entre as áreas de vendas e delivery (entrega). Em alguns casos extremados, a relação entre as equipes é marcada por conflitos e litígios. Isto se justifica, pois a área de vendas tem como meta gerar novos negócios, que traduzido em uma única palavra significa “vender” para que a organização sobreviva, que cresça. A venda de projetos engloba portfólio de produtos/serviços e políticas comerciais da empresa, além de habilidades e competências técnicas e comportamentais do profissional responsável pelo relacionamento com o cliente.

Leia mais ...

Lições aprendidas em projetos: utilidade ou burocracia?

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO 

O termo “lições aprendidas” na área de gerenciamento de projetos é muito utilizado, tanto que deixou de ser um simples termo para se tornar um jargão amplamente disseminado na área. Antes de responder à pergunta proposta neste artigo (utilidade ou burocracia?), seria conveniente considerar três aspectos: (1) definir o que são lições aprendidas em projetos (ou lessons learned) e para que servem; (2) como capturar as informações e registrá-las na organização; e (3) como organizá-las para permitir o acesso a elas. Como nota de rodapé quanto ao “acesso das informações”, deve-se debater a questão do nível de autoridade para recuperá-las e a questão da confidencialidade.

Leia mais ...

Cursos e Workshops

Consultoria

Impariamo...

Artigos

Artigos Gerenciamento de Projetos