Menu

8 razões para participar de um Congresso Brasileiro em Gerenciamento de Projetos

8 razões para participar de um Congresso Brasileiro em Gerenciamento de Projetos

Por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

Participar de congressos nacionais na área de gerenciamento de projetos é uma condição sine qua non (do latim, sem o qual não pode ser) para desenvolvimento/atualização do profissional da área. A participação propicia pelo menos, oito benefícios diretos. É o que se pôde constatar participando do XI Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos realizado em Belo Horizonte em meados de junho.

O primeiro e mais importante benefício é a “atualização de conhecimentos”, pois entra-se em contato com o que de há de novo, tem-se a oportunidade de se conhecer tendências do mercado nacional e internacional da área de gerenciamento de projetos. São apresentados nas palestras e workshops novos métodos e técnicas. Os stands de livros, de venda e demonstração de artefatos lúdicos e o contato com profissionais-referência ampliam os horizontes dos participantes.

O segundo benefício é a possibilidade de se identificar novas “oportunidades de negócios”, seja na aquisição ou vendas de serviços relacionados à área. O ambiente de congresso não é aquele em que há “vendedores” e “compradores”, pois isso se mescla transformando os participantes em vendedores em determinadas situações e em compradores em outras.

O terceiro benefício é a “ampliação de networking”, os cartões de visita que são trocados por meio de profissionais que são reencontrados, profissionais de outras cidades e de outros segmentos de atuação, com maior ou menor experiência, mas sempre dispostos a trocar vivências profissionais, que podem se transformar em novas possibilidades de emprego ou de prestação de serviços.

Outro benefício, e que é diferente do anterior é “rever amigos” ou “fazer novas amizades”, pois nos intervalos mais descontraídos identifica-se pessoas com interesses pessoais similares, valores em comuns e afinidades esportivas, culturais e de lazer.

O quinto benefício é o “vivenciar a inovação”, pois nos congressos sempre há iniciativas inovadoras na forma de se efetuar apresentações, com apelos não somente visuais, mas sobretudo, cinestésicos, quando os participantes têm a oportunidade de vivenciar novas experiências, sejam por meio dos games, dos desafios competitivos na construção artefatos, aromas diferenciados ou motocicletas-testemunhas de projetos bem-sucedidos.

O sexto benefício é o “lazer”, sobretudo se o participante do Congresso vem de uma cidade diferente do local onde se realiza o evento. Há sempre a oportunidade de se aproximar de outras culturas, sobretudo, dos aspectos arquitetônicos e gastronômicos.

O penúltimo benefício é perceber a “importância da organização”, pois para o sucesso de um evento desta envergadura, deve-se considerar os aspectos de recursos humanos, materiais e logísticos: estruturação do evento, divulgação, inscrição dos participantes, palestrantes (identificação, passagens aéreas, acomodação e transporte terrestre), infraestrutura hoteleira, cafés, refeições, computadores e outros equipamentos. Enfim, efetuar a gestão de riscos e mostrar que “em casa de ferreiro, o espeto é de ferro!”, ou seja, gerenciar o projeto de modo profissional e assertivo.

Finalmente, o oitavo e último benefício é “valorizar o que é nosso”, pois se percebe que os palestrantes brasileiros são tão bons (ou até melhores!) que os importados, que em geral são considerados “destaques” em congressos. Sem contexto “xenofóbico”, mas crítico-realista deve-se ter orgulho de nossa nacionalidade pelo conhecimento e competência demonstrados pelos palestrantes e organizadores do evento, que transcendem a tradicional feijoada, caipirinha, samba e voleibol brasileiros.

Assim, parabéns ao PMI-MG por proporcionar os oito benefícios mencionados: estimular a atualização de conhecimentos, oferecer um ambiente propício para novas oportunidades de negócios, para ampliação de networking, possibilitar rever amigos ou fazer novas amizades, permitir vivenciar a inovação, oferecer alternativas de lazer, evidenciar a importância da organização de um evento desta magnitude e permitir a valorização do que é nosso.

Com satisfação, participar do XI Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos foi muito gratificante, por isso, convido-os para reservarem suas agendas para participar do XII Congresso Brasileiro que será realizado nos dias 05, 06 e 07 de junho 2017 na cidade de Curitiba, que está sendo organizado pelo PMI-PR e que certamente ratificará os horizontes dos oito benefícios apresentados. Portanto, save the dates!

 

Nota: é permitida a republicação/divulgação desta matéria, desde que citado o autor, apresentado o link da Impariamo (www.impariamo.com.br) e o link completo da matéria. 

 

VÍDEO-CONVITE ELABORADO PELO PMI-PR PARA VOCÊ PARTICIPAR DO CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO, PROJETOS E LIDERANÇA DE 2017 - A SER REALIZADO EM CURITIBA NOS DIAS 05, 06 E 07 DE JUNHO. PARTICIPE!!!

Mídia

voltar ao topo

Cursos e Workshops

Consultoria

Impariamo...

Artigos

Artigos Gerenciamento de Projetos